sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Reflexão-19 - Chamamento a uma Profunda Avaliação do Reino de Deus que nos Ensinaram !

2 Pe 02.18 Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém

Queridos irmãos e amigos, venho externar o meu mais profundo sentimento de amor fraternal à voces de todos os rincões do mundo, independente do seu credo e crença... Sem problemas. Desejo-vos em meu nome e em nome da minha família, um feliz 2009, com as mais copiosas bençãos de Deus em sua vida e na vida de todos os seus... Isaias 41.10 - 64.04

Declaro em nome de Jesus, como seu ministro, que 2009 será um ano de conquistas, de mudanças, de prosperidade em todos os sentidos em sua vida !

Concernente a mim, seguramente será um ano diferente, onde "decisões já tomadas", farão uma grande diferença em minha vida, em meu ministério especificamente e por consequência, na vida de muitos outros que através de nós - pela misericórdia de Deus, serão igualmente abençôados.

Eu preciso e quero contar com voce para o que Deus vai fazer a partir de nós onde ele nos colocou. Eu conto com voce para sair da mesmice, da chamada zona de conforto, do convencional nada bíblico, da mensagem que não apresenta Cristo como ele é, antes, apresenta sempre e de forma temerária e contraditória, um Deus carrasco, juiz, rigoroso ao extremo, a ponto de não caber nele nenhum espaço para o seu grande e indecifrável amor.

Convivi com isto a vida toda, com dogmas e regras de homens, que criaram um distanciamento absurdo entre a criatura e o criador. Fizeram da Graça redentora de Cristo, uma lei ao modelo deles e assim, inventaram pecados ou não existiam, feriram, mataram, destruiram vidas pelas quais o sangue de Cristo pagou tudo, sem deixar nada à ser quitado por nós.

Nos impuseram uma carga pesada demais, leis de homens, limites que eles entendiam ser doutrina e assim fizeram e ainda fazem com o santo evangelho do Senhor Jesus, objetivo de suas errôneas e convenientes paixões e interpretações.

Descobri faz tempo, não foi de agora, que somos salvos estrita e simplesmente pela Graça.

Ef 02.08-09 Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.

Não vem das obras, para que ninguém se glorie.

Quando entendi a profundidade desta mensagem, vi que os homens heréticos pregam tudo contra ela, mas, entre eles e a palavra, eu fiquei com a palavra, lógico.

Causa-me espanto, vê hoje, igrejas revendo práticas doutrinárias equivocadas, tão comuns não muito distante, como por exemplo, excluir da igreja um membro por possuir um radinho de pilha, assassinar espiritualmente outro que possuia um aparelho de televisão em sua casa, fora outras aberrações do gênero.

Acompanhei nos anos 70, a adesão de alguns movimentos à midia falada, o que aliás foi de grande proveito para as suas pretensões. Logo depois todos aderiram ao modelo, mas a televisão continuava sendo o "diabo dos verdadeiros crentes". Quem a possuia não podia ser sequer um auxiliar na listinha mirin (dirigente de cultos em pequenas sub-congregações). Ser um diácono nem pensar ! e se fosse, seria banido do corpo sem misericórdia. Era a "doutrina" que pregavam, os limites que impunham aos incautos e pronto...

Os tempos caminharam e nos anos 80 os televangelistas americanos invadiram a televisão brasileira, sendo copiados por muitos dos nossos. Quase quatro décadas se foram, e hoje, temos bons canais de televisão com programações até interesantes (umas, outras nem tanto). Ministérios, igrejas e líderes se mobilizam, apresentam seus produtos e cantores, fazendo o que lhes é possível, para abocanhar a maior e mais rentosa audiência, afinal, delas saem seus lucros, notabilidade, respeito, agendas cheias e nome nas galerias dos famosos...

A minha pergunta é : O que mudou então, a interpretação bíblica estava redondamente errada, ou o que era errado deixou de ser ? Seja qual for a resposta, inevitavelmente surge a segunda, mais contundente e intrigante pergunta : " E as vidas que foram lançadas nas garras do diabo sem piedade, expulsas da igreja, pisoteadas, discriminadas, esquecidas, quem vai responder por elas diante de Deus ?".

Quando eu defendo - e sou defensor, sim, de UMA IGREJA DE LINHA MODERADA, eu estou falando de uma igreja que sobretudo siga a Jesus e o seu genuino EVANGELHO DA GRAÇA, que é a sua sã doutrina - costumes invenções e práticas locais, não. Tambem não sou defensor de uma igreja liberal; este abjetivo me atemoriza. O evangelho é coisa séria. Sou defensor de um evangelho que priorize a palavra como base de sustentação cristã e regra de fé, sou defensor do evangelho da graça "para todos indistintamente". A graça "para alguns deles" e a lei para os seus desafetos não é bíblia, é farsa, mentira, enganação e disso o evangelho de hoje está recheado de falsos líderes, com discursos bonitos, empacotados, prontos. Quem os ouve sem o devido discernimento da parte de Deus, vê neles verdadeiros santos, mas, quando os confrontamos com a palavra, estão longe, muito longe do querer de Deus.

Fui ensinado de forma equivocada, que havia um céu para a minha igreja, exclusivo, tipo "cadeira cativa ao lado de Deus". Assim, os pobres tradicionais, onde se incluiam os meus irmãos batistas, presbiterianos, congregacionais, episcopais e de denominações similares, pelos aderêços que as mulheres usam, calça comprida por exemplo, uma barba, no caso dos homens, tudo que na visão humana dos meus ensinadores, representava "pecado capital", escândalo e falta de Deus na vida, não poderiam de forma nenhuma entrar "no céu que eles SE FIZERAM DONOS". Que absurdo me ensinaram, e eu por um tempo até acreditei nessa idiotice, ,mas Deus me abriu os olhos.

Hoje, em muitas daquelas igrejas tudo isso foi abolido, graças a Deus, mas em outras continua tudo do mesmo jeitinho, "mesmo eles já tendo se dado conta da imensa besteirada que por décadas passaram às gerações". Por essa prática equivocada, encheram movimentos neo-pencostais não poucos, e igrejas tradiconais tambem, menos mal. O pior foram as vidas que entregaram de mão beijada aos braços de satanás com essas proibições farisaicas e idiotas.

Por essas e outras razões, eu continuo sendo a minha igreja. Não tenho porque mudar, aliás, a mudança maior Deus já processou em meu coração, que foi entender o seu evangelho genuino além da miopia dos que me ensinaram. Os próximos passos a serem tomados Deus me dirigirá e para isso eu quero e preciso contar com a sua ajuda e cooperação, principalmente nas suas orações.

Se voce compactua com esta linha de pensamento, se voce se permitiu deixar que o espírito santo de Deus te mostre o real caminho do céu, se voce é um deses rejeitados por não crer no que eles te disseram, inquiete-se, dissemine esta verdade, convoque os seus, esclareça-os. Podemos caminhar enganados por um tempo, mas, a vida toda, não. Junte-se a nós, compartilhe esta mensagem, o evangelho do reino de Deus em sua maior essência.

O evangelho não é aprisionamento, camisa de força nem algemas; é liberdade. Do cativeiro egípcio voce já saiu

Jo 08.36 Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.

Somos livres para conhecer a Deus, para amá-lo e servi-lo em obediência e santidade.

Conto com voce que quer um compromisso real com Deus, sem a mordaça dos homens, sem jugo, sem fardo, afinal, tudo isto Jesus já pagou por nós, todo peso ele já levou. Somos livres para servi-lo em liberdade, obediência e temor, sem mais nenhum contra-peso de homens.

Is 53.04-05 Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.

Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

Referências Bíblicas Indicadas :

Rm 11.06 Mas se é por graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça. Se, porém, é pelas obras, já não é mais graça; de outra maneira a obra já não é obra.

1 Co 15.10 Mas pela graça de Deus sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã, antes trabalhei muito mais do que todos eles; todavia não eu, mas a graça de Deus, que está comigo.

1 Co 15.57 Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.

1 Co 16.23 A graça do Senhor Jesus Cristo seja convosco

_______________________________

NB. Mais sobre este e outros assuntos pertinentes a Igreja do Senhor nos tempos hodiernos, leia neste blog, postagens de novembro/2008

a) Reflexão-06 - A Essência do Evangelho da Graça (Por Eduardo Silva)

b) Reflexão-07 - A Igreja dos homens & Evangelho de Jesus (Por Adailton Cézar)

c) Reflexão-13 - A Centralidade do Evangelho do Reino (Por Joel Costa Jr-JR)

________________________________

Pr Eduardo Silva


Hb 04.16 Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno

Nenhum comentário: