sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Sobre as recentes mensagens pregadas pelo Pastor Sillas Malafaia !

Legalismo, existe mesmo na prática, ou não ?

Legalistas são pessôas que pugnam pela legalidade. A maioria delas, defendem pontos de vistas e teses que nem elas mesmas as cumprem - farisaísmo puro.

Sobre esse tema, o pastor Sillas Malafaia ministrou com muita propriedade ultimamente, em seus programas televisivos, mensagens onde ele sábia e biblicamente, consegue provar à luz da palavra de Deus, que tais legalistas (defensores de seus costumes, interesses e pontos de vistas equivocados), estão redondamente enganados e enganando a muitos.

Em nome de uma legalidade hipócrita e mentirosa, esses legalistas de plantão pregam o evangelho das proibições, dos "não pode, não quero, não permito, não aceito aqui na minha igreja", como se fossem donos dela. Bem escreveu o pastor e cantor Esteves Jacinto, sobre "Ö dono da Igreja". Pobre de quem pensa ser o dono dela. Satanás tambem desejou o que não lhe pertencia e deu no que deu...

Em nome dessas igrejas e de seus mandatários, temos visto gente fazendo o papel ridículo de porta voz do seu patrão, do seu chefe, falando em seu nome ou em nome de tais instituições em rede de comunicação que não deveria ser usada para agressões e ofensas, por se tratar de concessão pública cuja finalidade deveria ser outra, gente sem a menor qualificação e preparo, tentando contestar um íncone da grandeza, notoriedade e credibilidade do Pr Sillas Malafaia, usando para tanto, termos desrespeitosos como "üm que se diz pastor", algo assim, chulo, pequeno, agressivo, de mau gosto, de uma apelação incrível e do tamanho de sua insignificancia e pequenez... Colocar um aprendiz para contestar um mestre torna-se uma tarefa muito sem graça sob todos os aspectos. Idiotice sem medida.

Ora, o pastor Sillas é simplesmente o nosso vice-presidente da CGADB, portanto, alguém séria e comprovadamente qualificada à dizer o que ele diz, a ensinar o que ele ensina, a mostrar pela palavra, à lua da Bíblia e não da interpretação de leigos, desconhecidos e despreparados, que os erros que a nossa igreja cometeu no passado, precisam ser revistos nos tempos atuais, e é exatamente esta tese que eu defendo ardorosamente.

Estamos na graça, vivendo os tempos da graça, pregando o Evangelho da Graça, onde não cabe, não há espaço para iracundos, intolerantes, truculentos, vingadores, enganadores, hipócritas e mentirosos travestidos de santos, maquiados de bons, encenadores contumazes, que pregam e cobram deliberadamente o que não vivem, defendendo uma lei que Jesus já a substituiu com o seu sangue, pela graça que nos liberta e nos torna definitivamente livres do jugo de uma lei que passou.

Fomos alcançados pela Graça, nela estamos e permaneceremos até o dia do Senhor.

_______________________________________

Pr Eduardo Silva

Dallas-Texas - Usa

Nenhum comentário: