quinta-feira, 18 de agosto de 2011

"Comprem televisão, eu preciso que voces me assistam lá" !

Vejam como age o farisaismo nos nossos dias. Até um tempo desses, a minha denominação - Assembléia de Deus de linha conservadora, a igreja que sempre se julgou acima, melhor, superior do que todas as demais, condenava, excluia, disciplinava sumariamente quem comprasse um radinho de pilha, daqueles tipo ou marca "Sharp".

Televisão ? Nem pensar ! Eu era menino nesse tempo em Gravatá-Pernambuco.

Aliás, eu fui criado e doutrinado naqueles tempos, que os nossos irmãos Batistas, Presbiterianos, Congregacionais, Metodistas e outros, eram primos de Jesus. Nós "bleianos" é que éra-mos os filhos legítimos.

Que pretensão imbecil e anti bíblica. Os demais que não fosse a nossa igreja, eram todos filhos bastardos. Com base nisto, eu até pensava que no céu, iríamos ter um lugar especial, mais próximo do Senhor, uma espécie de camarote ou cadeira cativa...

Isto parece uma piada, mas era exatamente assim nos anos 70. Assim me passaram o evangelho deles na minha infancia, até que eu cresci na graça e no conhecumento, e pude entender a verdadeira verdade. As mentiras que me foram ensinadas, algumas por pura e total desinformação de alguns leigos que lideravam a igreja àquela época, sei, outras, nem tanto, foram por mim definitivamente sepultadas.

Eu ousei assistir ao jogo Brasil 4, Itália 1, numa TV preto e branco no centro da pequenina cidade interiorana, final da copa do mundo de 1970, uma seleção com Pelé, Tostão, Gerson, Rivelino e outros monstros sagrado do futebol brasileiro e mundial à éposa, imperdoável pecado capital que me valeu um duro pedido de perdão numa Santa Ceia com mais de 500 pessoas.

Eu um adolescente com os meus 15/16 anos de idade, fui submetido a esse desnecessário constrangimento público, um episódio que demorou sair da minha mente.

O pastor - parece que estou vendo-o falar, disse pausada e autoritariamente : "Irmãos, Eduardo desobedeceu a doutrina da igreja. Foi visto assistindo televisão na cidade. Me disseram até que escuta jogo de futebol pelo rádio... Já conversei com ele, e agora, ele vai ter que pedir perdão a igreja, para poder participar da santa ceia do Senhor".

Pois, bem. Os tempos passaram, e, 41 anos depois, essa mesma igreja adquire um canal de televisão em Pernambuco. O que era pecado federal há 41 anos atrás, agora deixou de ser, não é mais um pecadão assim tão escabroso, cabeludo, desastroso. É, digamos assim, um pecadinho apenas, um deslize, coisas do gênero...

Eu pergunto : O que fazer com as vidas que eles mandaram para o inferno por razões tão absurdas ? Não tem nenhum valor os que se perderam na caminhada por tão idiotas e irresponsáveis medidas ? Quem vai me responder essa pergunta que não quer calar ?

Pasmem. Hoje, essa mesma igreja, com líderes diferentes, sim, está apelando : "comprem televisão, pelo amor de Deus - ou do diabo, sei lá". Esqueçam os males desse veiculo de comunicação. Agora pode, sem problema nenhum.

A gente não vai mais disciplinar ninguém, desde que voces nos dêem audiência, nos vejam pregar, fortaleçam o nosso império, nos façam mais conhecidos, poderosos, famosos, grandes, importantes, imponentes.

"Comprem televisão pelo amor de Deus ou de satanás, mas, comprem, meus irmãos"...

Eu sei que muitos de voces que estão lendo isto aqui, adeptos beatos de cabeça, mãos e pés, corpo, alma e espírito amarrados na cegueira de uma convicção idólatra e inexplicável, fundamentada em homens, e não em Jesus, devem estar me odiando.

Sem problemas, Não tenho muito o que fazer com o seu rancoroso sentimento. Melhor seria se voce tivesse a coragem de dizer o que eu penso a essa gente enganadora, aproveitadora e medíocre, que pensa enganar a tudo e a todos toda hora, todo tempo, como se fosse dono absoluto da razão.

Pergunte-lhes assim : "E agora, pastor, bispo, apóstolo, semi-deus, televisão é pecado, ou nunca foi" ?.

A lacônica resposta dele será um covarde e duvidoso silêncio, que traduzido, quer dizer : deixa quieto, fala nisso, não !

Ele não terá o que dizer, seguramente. Verdade ou mentira ?

Pastor EDUARDO SILVA

(preduardosilva@hotmail.com)



8 comentários:

Jojó disse...

Pastor Eduardo Silva.. ter ódio do senhor? Isso é impossível! Apenas tenho pena.. e a única atitude que me resta é orar e pedir p Deus ter misericórdia por ver tantas palavras de ódio que o senhor tem de verdadeiros homens de Deus! É lamentável sua postura, mas acredito que se o senhor permitir e se arrepender de suas palavras e atitudes, Deus pode ainda te usar como um dia vez. Nunca é tarde p recomeçar, pense nisso! Deus te abençoe!

Anônimo disse...

Li esse seu comentário no blog e refleti no que o senhor escreveu para as suas ovelhas, e resolvi lhe escrever, até porque o senhor não escondeu a igreja a que o senhor se referia, que era a “Assembléia de Deus de linha conservadora” localizada em Gravatá – Pernambuco, e gostaria que o senhor concedesse o mesmo espaço no seu blog para apresentar opinião contrária à sua, em defesa da igreja que o senhor resolveu criticar.
Saliento que sou da igreja AD de Recife, da mesma linha, não sou obreiro, nem filho de obreiro, apenas um crente em Jesus e que quero ir para o céu.

Primeiro o senhor fala sobre a igreja dizendo que é farisaísmo. O senhor sabe o que é farisaísmo? O senhor sabe quem eram os fariseus na época de Jesus? O senhor diz que na sua época era ensinado uma coisa e hoje se ensina outra, isso é farisaísmo? Talvez o senhor não saiba, mas os fariseus não ensinavam errado. Eles ensinavam o que era certo, portanto não há que se falar dos seus ensinamentos, sendo que Jesus criticou os seus atos e não o seu ensino:
“Então falou Jesus à multidão, e aos seus discípulos,
Dizendo: Na cadeira de Moisés estão assentados os escribas e fariseus.
Todas as coisas, pois, que vos disserem que observeis, observai-as e fazei-as; mas não procedais em conformidade com as suas obras, porque dizem e não fazem; “
Mateus 23:1-3

Os pastores na época que o senhor era criança ensinavam a não possuir televisão e eles mesmos não tinham, por isso, o que ensinava eles faziam.

Se o senhor, que é crente de muito tempo, conhecesse da história da Assembléia de Deus, saberia que o crescimento da AD foi impulsionada pela perseguição das outras denominações, que chegavam a dizer que o pentecostalismo era possessão demoníaca, e por isso combatiam a AD, considerando-a uma seita composta por rebeldes, pois o senhor deve saber que os missionários Gunnar Vingren e Daniel Berg eram batistas e foram colocados para fora por ensinarem o batismo com o Espírito Santo. Então não era a AD que perseguia e sim a que era perseguida, e que teve coragem de levar o evangelho enfrentando a oposição da igreja católica, sendo chamados de “bodes”, levando pedradas e insultos por onde ia, o que resultou na grande igreja que hoje temos, e que o senhor é fruto desse trabalho.

Se alguns irmãos se consideravam mais santos e mais consagrados a Deus do que os crentes de outras denominações, isso era uma atitude isolada, e que nunca foi ensinada na nossa igreja, que por sinal tem muitos crentes que se converteram em outra denominação e para provar o poder do pentecostalismo veio para a AD e aqui estão. São inúmeros os irmãos que se converteram em outra igreja e estão conosco.

O senhor diz que só agora cresceu na graça e no conhecimento, será que cresceu mesmo? O senhor afirma que na nossa igreja aqui em Pernambuco se ensinava mentiras. Essa afirmação é o resultado (fruto) do seu crescimento?

Irmão, o senhor não deve ser menino no entendimento e sim na malícia, como diz a palavra de Deus em 1 Coríntios 14:20.
De fato a nossa igreja condenava os crentes que tivessem televisão na sua época e até algum tempo atrás também condenava. Mas porque condenava e deixou de condenar? Irmão, na sua época a televisão era ocupada apenas pelos canais do mundo e totalmente controlada pelo diabo. Os programas do Gugu, Faustão, Zorra Total, novelas, miniséries, BBB, e tudo que explora a sensualidade, o pecado apresentado como se fosse brincadeira, isso continua condenável e reprovável na nossa igreja.

(continua)

Anônimo disse...

O que mudou agora é que hoje existe um canal de TV que transmite a palavra de Deus e é controlado pela nossa igreja. O senhor sabe disso, até porque o senhor colocou entre aspas: "Comprem televisão pelo amor de Deus ou de satanás, mas, comprem, meus irmãos"... como se fosse uma afirmação de um pastor da nossa igreja, e eu lhe pergunto, quem foi o pastor que disse isso?
Colocamos entre aspas quando estamos reproduzindo o que alguém disse, o senhor sabe bem disso que o senhor até escritor de livro é. Agora a programação da televisão tem um canal que só transmite a palavra de Deus, isso mudou. Se na sua época existisse um canal ou se a programação da televisão fosse repleta da palavra de Deus, a TV não seria condenada.

Podemos concluir, assim, que o problema não era o aparelho de televisão em si, mas a programação da televisão, e isso mudou. Será que é muito difícil entender isso? Qualquer criança ou pessoa mentalmente atrasada consegue entender, e sei que o senhor também entende. A programação nociva, ainda continua reprovável, e quem assiste está na mesma condição dos anos 70, passível de repreensão na igreja.
Para o senhor ter uma idéia, tenho uma avó de 90 anos, serva de Deus, muito enferma, impossibilitada até de ir à igreja, e passa todo o seu dia assistindo o canal da igreja e sentindo o conforto que só teria se estivesse na casa de Deus. Sem o canal isso seria impossível. (cont)

Anônimo disse...

Pois bem, diga-me quem foi o pastor da Assembléia de Deus de Pernambuco que falou isso. Se o senhor não indicar qual foi o pastor, só posso acreditar que essa frase partiu do senhor mesmo. Mas, afinal, em nome de quem o senhor fala, de Deus ou do satanás? Quando é que posso saber em nome de quem o senhor fala? Irmão Eduardo, isso é muito sério, sobretudo para um pastor que se intitula um ministro de Deus. Cuidado no que fala, afinal, qual o espírito que o move?
“Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo.” Mateus 12:36. “Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna.” Mateus 5:37
Foi assim que o senhor cresceu na graça e no conhecimento? Parece mais que o senhor encolheu. Isso porque se em 1970 o senhor assistiu um jogo de futebol em plena praça pública, rodeado de escarnecedores, e o senhor, depois de convencido do erro, pediu perdão e foi perdoado, quer dizer que a sua estatura era maior naquela época. Não sei o que representava isso em 1970, que nem nascido eu era, mais se formos colocar nos dias de hoje, seria o mesmo que hoje um crente ir para uma praça acompanhar um jogo do Brasil, rodeado de ímpios embriagados, pronunciando os piores palavrões e prostituindo-se, seria uma falta tão grave quanto naqueles dias. O senhor deveria se lembrar desse fato não com tristeza, mas com alegria pela correção recebida.
Irmão, se algum crente abandonou a fé em Cristo Jesus, nosso Salvador, que deixou o seu trono de glória, assumiu um estado de humilhação, e sofreu para nos reconciliar com Deus por causa disso, esse crente não era digno de entrar no reino dos céus. Se um crente não foi capaz de renunciar a um prazer insignificante deste, e deixou Jesus, escolhendo o inferno, esse crente era como o homem que construiu sua casa na areia.

“E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus.” Lucas 9:62

Irmão Eduardo, li o seu comentário várias vezes, tentei lhe odiar pelo que o senhor escreveu, mas não consegui de jeito nenhum. O único sentimento que me veio foi de dó, do senhor e das suas ovelhas que o senhor está levando não sei para onde.

O senhor precisa ler mais a Bíblia, e falar menos. Se de fato eu ou outro ficasse lhe odiando pelo que o senhor escreveu, o senhor estava andando como manda a palavra de Cristo? Vejamos o que o Senhor fala a esse respeito:

“Assim que não nos julguemos mais uns aos outros; antes seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao irmão. Mas, se por causa da comida se contrista teu irmão, já não andas conforme o amor. Não destruas por causa da tua comida aquele por quem Cristo morreu.
Romanos 14:13 e 15

Se o senhor tem certeza que o que está escrevendo provocará o ódio nos seus irmãos em Cristo, não escreva, irmão. Ande conforme o amor e não provoque escândalo entre os servos de Deus.

Irmão Eduardo, francamente, acho que quem tem um sentimento rancoroso é o senhor. Talvez por ter saído daqui sem nunca ter sido consagrado a nada, ainda com o seu chamado pastoral, e nunca foi consagrando na igreja que o senhor se criou, cresceu, atingiu a idade adulta, casou. Não é estranho? Será que o senhor não tem chamada para ser cantor, o que o senhor faz com brilhantismo? Estou certo que com seu talento musical o senhor granjeou muito para Deus, mas como pastor o senhor está falhando.

cont

Anônimo disse...

Mas como no final o senhor fala que os nossos pastores (que são homens de Deus, consagrados, que até o senhor admite que poderia ensinar errado por desinformação de alguns leigos, mas homens de reputação ilibada, irrepreensíveis moralmente, como maridos, como servos de Deus, fieis à suas esposas) são covardes, pelo menos do senhor não espero que se comporte como um covarde mas que publique minha resposta no seu blog, com o mesmo destaque do seu texto, para ser justo, pois senão a sua justiça jamais excederá a dos escribas e fariseus, que o senhor começou comparando, e o senhor estará inapto a entrar no reino dos céus.

“Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.” Mateus 5:20

Espero que o senhor se arrependa das suas palavras, e como servo do senhor, venho lhe mostrar o seu erro e espero que o senhor peça desculpas a quem ofendeu para que o senhor entre no reino dos céus, onde quero lhe encontrar juntamente com os seus.

“Não odiarás a teu irmão no teu coração; não deixarás de repreender o teu próximo, e por causa dele não sofrerás pecado.” Levítico 19:17

Deus o abençoe e lhe ajude.
Luciano
AD – Recife / PE

LUCIANO disse...

Prezado Irmão Eduardo

Não me escondi no anonimato, falei meu nome, minha localização e identifiquei a igreja de Recife que é da mesma de Gravatá, que o senhor identificou. E bem sabemos que não foi a igreja de Gravatá que adquiriu a programação de um canal de TV, e sim a de Recife. Se o senhor não citasse a cidade, eu não teria respondido ao seu comentário.
O senhor é uma pessoa pública, sabe disso, a ponto de ter um blog, perfil do facebook que o senhor mesmo cita como “Figura Pública” e “Informações sobre a Extraordinária Carreira Musical e Pastoral do Pr Eduardo Silva” Parabéns pela falta de modéstia.

É que não tenho as identidades que o seu site exige para que faça um comentário, e não achei necessário criar um para esse fim já que me identifiquei no texto. E parece que o senhor entendeu, até porque me chamou pelo meu nome. Mas se o senhor tem dúvida se sou eu mesmo, use o seu discernimento espiritual e veja se falando o que falei, mostrando a palavra de Deus, que, inclusive, o senhor dispensou para o senhor, se eu tenho o perfil de um mentiroso.

O seu problema, irmão, é que o senhor não conhece a Bíblia. Olhe, mesmo o senhor rejeitando a palavra de Deus vindo de um servo do Senhor, lembre-se que Deus, quando necessário, usa até jumenta para falar com o profeta, e ai do profeta se não der ouvidos a ela. A Bíblia diz que “a boca fala o que o coração está cheio” (Mateus 12:34: Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.).Minhas palavras não tem força, mas a palavra de Deus é viva e eficaz, penetra até a divisão da alma e do espírito, juntas e medula e é apta para discernir os pensamento e intenções do coração. Hb 4:12.

Irmão Eduardo, o senhor erra ao falar mal dos outros pastores da sua denominação. Olhe, o senhor sabe como foi que o profeta Samuel tratou Saul depois que ele foi rejeitado por Deus ? Ele honrou a Saul.

I Sm 15:28 Então Samuel lhe disse: O SENHOR tem rasgado de ti hoje o reino de Israel, e o tem dado ao teu próximo, melhor do que tu.
29 E também aquele que é a Força de Israel não mente nem se arrepende; porquanto não é um homem para que se arrependa.
30 Disse ele então: Pequei; honra-me, porém, agora diante dos anciãos do meu povo, e diante de Israel; e volta comigo, para que adore ao SENHOR teu Deus.
31 Então, voltando Samuel, seguiu a Saul; e Saul adorou ao SENHOR.

Irmão Eduardo, pense melhor em relação ao que fala. O senhor é agressivo gratuitamente, e expõe servos alheios. O senhor pode trazer para si juízo. Deus honra a quem ele escolhe.

Porque o senhor não se limita a escrever sobre o assunto que o senhor levantou que foi a televisão ? O senhor prefere falar, falar, falar, porque o senhor não guarda sua língua ?
Provérbios 21:23 O que guarda a sua boca e a sua língua guarda a sua alma das angústias. Eu não vou falar sobre a forma como os pastores dirigem a igreja, pois não seria prudente da minha parte tratar desse assunto, pois a Bíblia diz que não devo entrar em questão alheia, e questão de pastor, quem trata é pastor.

CONTINUA

LUCIANO disse...

Vamos fazer então esse acordo, tratar apenas do assunto em tela, que, inclusive o senhor diz que a Jojó (será que esse mesmo é o nome dela ?) não entrou no cerne da questão levantada pelo senhor. Eu entrei e o senhor não me respondeu.

O único comentário que o senhor fez do que escrevi foi que “Provavelmente é a palavra certa, sim”. Obrigado por reconhecer. Mas ela foi dirigida a quem escreveu a matéria da TV, que agora fiquei pensando, será que foi o senhor mesmo ? Se foi outra pessoa que escreveu, e as minhas palavras deveriam ser para ela, por favor, repasse para essa pessoa.

O senhor demonstra desconhecimento do que é farisaísmo, diz que na igreja que o senhor foi criado ensinava mentiras, fala em nome de Satanás (de quem o senhor é pastor afinal? ), ou me diga de quem é a expressão "Comprem televisão pelo amor de Deus ou de satanás, mas, comprem, meus irmãos"..., reconheça que a programação da TV agora tem igreja pregando a palavra de Deus, isso seria honesto da sua parte. O senhor tenta provocar o ódio nos servos de Deus a troco de que ? Quem, afinal, é o seu senhor?

Não passarei o meu email, pois o meu objetivo foi apenas responder o que o senhor colocou em público, me identificando pelo meu nome e não apelido. Acho que não temos assuntos comuns nem sentimentos comuns. Meus pastores são homens falhos como quaisquer outros. Tem sentimentos, se iram, choram, sorriem, podem agir com dureza quando desnecessário, e erram, mas são homens de Deus. Ninguém os pode acusar de já terem batidos em suas esposas, sido infiéis, trapaceado, recebendo dinheiro de alguém para prestar serviço e dar calote, nunca soube de que eles agrediram com soco no rosto nenhum membro da igreja, e tem uma vida moral irrepreensível desde sua mocidade. Isso tem muito valor. Até Paulo foi duro, irou-se, brigou, o senhor deve saber disso: At 15: 37 “E Barnabé aconselhava que tomassem consigo a João, chamado Marcos. Mas a Paulo parecia razoável que não tomassem consigo aquele que desde a Panfília se tinha apartado deles e não os acompanhou naquela obra. E tal contenda houve entre eles, que se apartaram um do outro. Barnabé, levando consigo a Marcos, navegou para Chipre.”

O senhor está muito enganado sobre o que eu conheço. Sei muito mais do que o senhor imagina e falo do que sei, acho, entretanto, que o senhor está muito desinformado sobre a nossa igreja, o que se explica pelo fato de o senhor ter saído daqui a tanto tempo. Olhe, irmão, muita coisa mudou. Deus tem feito grandes maravilhas no nosso meio, muitos podem testemunhar. O Pr J W B da Costa é uma das testemunhas das maravilhas, e como ele foi seu pastor, pergunte a ele.

Será que essa sua atitude é o que se espera de um verdadeiro pastor?

Que Deus lhe abençoe e esclareça a sua mente.

Luciano
Recife

Jojó disse...

Pastor Eduardo Silva.. realmente não entrei no cerne da questão pq acho que discutir sobre os bons costumes que nossa igreja (Assembleia de Deus) tem não nos levaria a nada, já que temos pontos de vista diferentes em relação a esse assunto. Tenho certeza também que como sou participante ativa dessa igreja, posso lhe garantir que lá não tem membros idiotas, enganados e etc.. Lá tem pessoas formadas, professoras, advogados, juízes, enfim muita gente esclarecida, inclusive alguns que já vieram de outras denominações, pessoas bem resolvidas na vida que não estão lá obrigadas e nem forçadas a nada, estão lá pq estão vendo o agir de Deus(salvação de vidas, transformação, cura, batismo e et...). Concluindo.. depois de ler toda sua resposta feita ao meu comentário, tive a impressão que o senhor não está se referindo a mesma igreja que participo (apesar de vc ter mencionado a igreja Assembleia de Deus em Gravatá - PE) , pq na igreja que participo tem pastores, homens de Deus, honrados ( como é meu Pr Ailton José Alves, Pr Samuel Oliveira, Pr Dário Tavares.. entre outros) e estão bem longe de serem o que o senhor mencionou. Por isso que não posso associar tudo o que você falou sobre "vergonha, podridão e sujeira.." com uma igreja séria, que a cada dia vem pregando o evangelho da forma mais simples e pura, que tem um grande exército de mulheres que oram todos os dias, que investe no campo missionário, esse sim é o segredo dessa igreja ( A palavra e a oração) e tudo o mais que vir (canal de tv, rádio e etc..)é só o complemento, pq o principal já temos. De qualquer forma agradeço por abrir esse espaço para comentar sobre esse assunto. E aproveitando quero te convidar para vir ao culto nas segundas - feiras à noite (19h) - Culto de Doutrina com o Pr Ailton José Alves, tenho certeza que o senhor gostará muito. Paz do Senhor!