sábado, 31 de dezembro de 2011

A nossa Música Gospel está doente. Teria Cura !



Pv 12.20 No coração dos que maquinam o mal há engano, mas os que aconselham a paz têm alegria.


Nos minutos finais de 2011, resolvi postar este último artigo sobre a nossa pobre (para não dizer podre) e desprovida de um melhor e mais qualificado conteúdo, música gospel.


Sou de uma geração privilegiada. Nos primórdios dos meus dias com Deus - ainda na minha infância, pude ouvir hinos de verdade, canções que embalam a nossa alma e nos aproximam do Senhor, na instrumentalidade de vozes talentosas, como Edgar Martins, Luiz de Carvalho, Márcia Costa, Zilanda Valentim, Antônio Bicudo, Josué Barbosa Lira, Oséas de Paula, Victorino Silva e outros de mesma linha e estilo, cujo espaço não me permite citar. 


Poucos desses ainda continuam, e o que se viu foi uma sucessão violenta do melhor pelo pior.


Hoje o que se vê é um desfile de artistas gospel, com o triste aval de muitos dos nossos líderes, exploradores do reino de Deus, extorquidores da igreja do Senhor


Para falar só de nossa denominação, quem não se lembra da Conferencia Mundial Pentecostal  no Brasil nos anos 90, no campo de Marte em São Paulo ? Perdemos uma boa oportunidade de ouvir alguns desses nomes


No lugar deles, desfilaram dentre outros, Dedé Santana e seu filho (por final com um cabelo que quase bate na cintura) - nada contra o cabelo do rapaz, evidentemente, porém, algo que contrasta com as proibições que tão rigorosamente são feitas por nossa igreja, palhaços e outros...


Todos conhecemos um cidadão por nome Nelson Ned, que se diz convertido ao evangelho desde os anos 80, após ter sido curado da visão, portanto, há no mínimo 30 anos atrás. 


A bem da verdade, este senhor nunca abandonou a velha vida profissionalo que nos leva a crer que o velho homem nunca morreu nele. Consequentemente o novo nunca nasceu. 


Só para citar um caso específico, estive cantando em Marabá-Pa no ano 2000, num evento em que ele estava, porém, na mesma cidade, publicidades o anunciavam no carnaval que aconteceria uma semana depois. Sem querer julgá-lo, é complicada essa junção à luz da Biblia. 


Ou o evangelho transforma o homem de fato, ou não transforma ninguém. Ele sempre se escondeu em contratos que tinha, e que, segundo ele, não podiam ser quebrados... Conversa pra boi dormir !


Poderia citar uns 100 desses aproveitadores que usam os nossos púlpitos para se beneficiar, ganhar dinheiro, auferir lucros, e o pior, homens (lideres, pastores) sem visão de Deus preferem eles, a ter em suas igrejas pessoas cuja história e passado os referendam. Vergonhosa essa postura. 


Eles preferem "esses desviados" porque são sucesso de bilheteria, enchem a casa e proporcionam em contra partida, boas entradas financeiras, grana, dinheiro. Lamentável.


Compus umas músicas para a irmã do Chitãozinho e Xororó gravar, pela Graça Music há uns 10 anos atrás. O lançamento dela se deu na AD em Campinas-Sp (ministério do Belém), Pr Paulo Freira, e nas chamadas comerciais, faziam referencia aos seus irmãos no lançamento. A igreja ficou pequena...


Quem não lembra de Darlene Glória com o sopro do cai, cai, Gretchen, Monique Evans, palhaço isso, palhaço aqui, ex isso, ex aquilo, sertanejos, pagodeiros, ocupando o espaço santo nas igrejas, claro, depois de ter falido na MPB. 


Vi uma cena que me chocou numa igreja brasileira recentemente. O Pastor reuniu seus obreiros e esposas, para ouvir um desses enganadores. Que cegueira espiritual.


Nos últimos tempos de uma forma ainda mais intensa, virou moda ser evangélico. Nem dá pra citar Xande, Carla Peres, Baby Consuelo, daria pra encher um livro, mas o pior eu ainda não disse. Vou terminar com esta. Segure ai...


Ano passado houve uma reunião de alguns tops da MPB, buscando uma forma de salvar a falida música em nosso país, onde foi sugerido que : Pagodeiros, sertanejos, românticos, todos os estilos, ao invés de precisarem vir para a igreja, o que demandaria uma cobrança maior e uma mão de obra um tanto complicada na prática, mais fácil seria (segundo o propositor), eles gravarem alguns dos nossos sucessos evangélicos, e assim tem sido. 


Porcos servindo comida pobre a igreja do Senhor.


Durma com um barulho desses e acorde sorrindo !


Eu sei que você deve ter o seu conceito formado sobre isto, posição que deve ser respeitada, sim. Mas, qualquer pessoa de bom senso espiritual, visão de Deus e um mínimo de discertimento, há de convir que tem havido um extremo abuso nessa área em nossas igrejas, compactuado por nossos líderes - os maiores culpados são eles


Mal o sujeito se diz cristão e lá está ele pregando, ensinando o que ele nunca viveu, se passando por mestre. 


Um dia desses, estive participando nos EUA (Boston) de um Seminário de Crescimento de Igrejas - sobre plantação de igrejas, dado por uma moça que se dizia convertida - ensinando a pastores o que ela desconhecia


Tempos depois ela infelizmente assumiu a sua real identidade e voltou a ser o que ela nunca havia abandonado. Triste este final. Que Deus tenha misericórdia de sua alma.


Esta é a minha última reflexão de 2011. Se você achou interessante, comente aqui, compartilhe com seus amigos, deixe o seu parecer, diga alguma coisa


Este espaço aqui é livre e todo e qualquer posicionamento será respeitado democraticamente. Mostre isto ao seu pastor e pergunte a ele o que ele acha disso


Se você conduzir isto com respeito, abençoará o seu líder e a sua igreja. Pense nisto. Um feliz e menos conturbado 2012


Que Deus abra os olhos e a visão do seu povo em nosso Brasil.


(Pastor Eduardo Silva )









3 comentários:

Anônimo disse...

Oh querido pastor, porque não o senhor também fazer como jesus faria ?
NÃO JULGAR PARA NÃO SER JULGADO !

Mary disse...

Pastor Eduardo. você está coberto de razão. O que o v. disse não é julgar porque pelos frutos os conhecereis.

Maria Souza disse...

Pastor, esta música, se podemos chamar assim, não tem cura, não. Isto é um câncer que já criou raízes mortais (câncer não é contagioso) mas este tipo de câncer, sim. Esse anônimo postou esse comentário certamente por não conhecer a verdadeira música cristã, aquela que tem mensagem, fala à nossa alma e converte pecadores. Sinto muita falta de líderes mais sensatos que não se deixam levar pela conversa fiada dessa gente que tendo perdido espaço onde estavam vem com aquela bagagem imunda e despeja dentro de nossas igrejas. O nosso povo prescisa ter discernimento.