sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

O Evangelho de hoje na contra mão da Biblia !

Evangelho puro e genuíno, quem 
te viu e quem te vê !


Nunca a igreja do Senhor Jesus viveu dias de tanta insegurança e enganação, como atualmente. Tem-se a impressão que o pregador cheio de fogo, é aquele sujeito que faz do seu sermão, um desfile de línguas "muito estranhas", revela o povo, promete mentiras, anima a platéia, entrega chave na mão de todo mundo, que volta pra casa tão atormentado quanto chegou ali.

A maioria de desavisados, sai da igreja com os mesmos problemas, embora com os ouvidos cheios de promessas fantasiosas e fictícias. O deus que usa eles, tem uma mensagem pronta "de vitória, de campeão, de aplausos dos inimigos quando ele chegar no pódio, de vingança sobre quem não gosta nem concorda com ele", e por ai vai. É um deus vingativo, raivoso, um deus das trevas com certeza.

Triste de quem se presta a um engodo desses, e para quem acredita nessas armações do diabo, que tem tomado lugar na casa de Deus, para enfraquecimento desses incautos. 

Sabe-se que muitos preferem isto, a conhecer a verdade, ouvir uma palavra de edificação e ensino, aproximar-se da busca de Deus pela oração, consagração, renúncia. A maioria da igreja de hoje, é solidificada em alimento vazio, sem nenhum conteúdo espiritual saudável. É triste vê a igreja nesse descaminho, trocando o valioso, o especial, o verdadeiro, o santo, pelo lixo medíocre que tem chegado às suas mesas.

A igreja do tempo presente dá dó, é sinônimo de escassez, despreparo, distanciamento de Deus e da sua palavra. Daí, pastores mau formados, despreparados, sem nenhum conhecimento sólido, gerando ovelhas com esse mesmo perfil; sem nenhuma base cristã sustentável, sem lã, sem gordura, sem ouvidos para ouvir a palavra da verdade, sem discernimento para diferenciar o bem do mal

Que Deus tenha misericórdia da sua igreja, a verdadeira, a que não se permite corromper pelas falácias profanas e enganosas, a que está seguindo ao Senhor de verdade ...

PASTOR EDUARDO SILVA


Nenhum comentário: