quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Mudando a Rota, pelo amor de uma Vida !

MUDANDO A ROTA, PELO AMOR
DE UMA VIDA  -  Jo 04.01-43



01 E quando o Senhor entendeu que os fariseus tinham ouvido que Jesus fazia e batizava mais discípulos do que João

02 (Ainda que Jesus mesmo não batizava, mas os seus discípulos),

03 Deixou a Judéia, e foi outra vez para a Galiléia.

04 E era-lhe necessário passar por Samaria.

05 Foi, pois, a uma cidade de Samaria, chamada Sicar, junto da herdade que Jacó tinha dado a seu filho José.

Obs : Samaria era a capital da Judéia, depois que Israel foi dividido em dois reinos, e situava-se na região central da terra Santa, abrangendo as tribos de Efraim e Manassés. Resistiu a violentos ataques (2 Rs 06.24-25), até que foi finalmente capturada pelos Assírios em 722 a.C. (2 Rs 17).

Samaria foi recolonizada por estrangeiros (2 Rs 17.24), que trouxeram consigo práticas idólatras.

SAMARITANAEra uma raça mista, decorrente do casamento desses estrangeiros com os judeus nativos. Daí, surgiu a raça conhecida como samaritana, que era odiada pelos judeus de sangue puro da época de Jesus (Jo 04.01-10)

06 E estava ali a fonte de Jacó. Jesus, pois, cansado do caminho, assentou-se assim junto da fonte. Era isto quase à hora sexta.

Obs : Fonte ou Poço de Jacó, ou ainda Poço de Sicar, que era o nome daquele lugar, pertencente a  Cidade de Samaria, então capital da Judéia, que ficava ali próximo.

É um poço profundo,escavado a mais de dois milênios na rocha sólida.

07 Veio uma mulher de Samaria tirar água. Disse-lhe Jesus : Dá-me de beber.

Obs : Jesus criou uma situação para abrir caminho ao diálogo, mesmo quebrando todo o protocolo que a tradição judaica exigia

Ø Judeu não se comunicava com Samaritanos
Ø Mulher pela lei Mosaica, não dirigia a palavra a nenhum homem, muito menos a um sacerdote ou religioso. Mulher samaritana, nem pensar
Ø Mulher não entrava nas Sinagogas Judaicas, nem no templo – ficavam fora. A lei era perversa com as mulheres.

08 Porque os seus discípulos tinham ido à cidade comprar comida.

09 Disse-lhe, pois, a mulher samaritana : Como, sendo tu judeu, me pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana ? (porque os judeus não se comunicam com os samaritanos).

10 Jesus respondeu, e disse-lhe : Se tu conheceras o dom de Deus, e quem é o que te diz : Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva.

Obs :
a)   Jesus percebeu que a mulher não o conhecera
b)   Jesus tratou logo de se apresentar
c)   Jesus a respondeu de modo que ela foi induzida a conversar com ele

11 - Disse-lhe a mulher : Senhor, tu não tens com que a tirar, e o poço é fundo; onde, pois, tens a água viva ?

Obs :
a)   A mulher chama Jesus de Senhor, mas, segue cheia de  dúvidas

12 És tu maior do que o nosso pai Jacó, que nos deu o poço, bebendo ele próprio dele, e os seus filhos, e o seu gado ?

13 Jesus respondeu, e disse-lhe : Qualquer que beber desta água tornará a ter sede;

14 Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna.

15 Disse-lhe a mulher : Senhor, dá-me dessa água, para que não mais tenha sede, e não venha aqui tirá-la.
a)   A mulher imediatamente se interessou por essa água diferente

16 Disse-lhe Jesus : Vai, chama o teu marido, e vem cá.

17 A mulher respondeu, e disse : Não tenho marido. Disse-lhe Jesus : Disseste bem : Não tenho marido;

18 Porque tiveste cinco maridos, e o que agora tens não é teu marido; isto disseste com verdade.

19 Disse-lhe a mulher : Senhor, vejo que és profeta.

Obs :
a)   Jesus falou de uma particularidade dela, que envolvia a sua vida sentimental
b)   Jesus revelou detalhes que ela talvez imaginasse que ninguém mais conhecia
c)   Jesus enalteceu a sua sinceridade – ela foi verdadeira

SOBRE AQUELA MULHER, HISTORIADORES DIZEM QUE :

1)   Era uma mulher muito bela, e de qualidades excepcionais, tanto que fora CASADA 5 vezes.
2)   Era uma mulher provavelmente de temperamento forte, dominadora, tanto que seus 4 casamentos terminaram em divórcio.
3)   Era uma mulher tão interessante, que o seu 5º marido não lhe deu o divórcio, razão porque ela vivia um relacionamento ilegal sob a ótica da lei, o que lhe causava muita discriminação em Sicar.
4)   Era uma mulher, que, pelas razões descritas acima, ia buscar água ao meio dia, quando ninguém ali estava

20 Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar.
Ø O monte a que ela se referia, era o monte Gerizim, considerado sagrado pelos samaritanos. Quando os judeus regressaram do exílio Babilônico onde permaneceram por 70 longos anos, os samaritanos construíram aí um templo.

21 Disse-lhe Jesus : Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai.

Obs : Jesus se referia ao monte Gerizim e ao templo em Jerusalém.

22 Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus.

23 Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.

24 Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.
Obs : A verdade daquela mulher, traduzida em sua sinceridade, foi o caminho que abriu espaço à uma descoberta que ela desconhecia.

25 A mulher disse-lhe : Eu sei que o Messias (que se chama o Cristo) vem; quando ele vier, nos anunciará tudo.
Obs : Ela continuava ainda em dúvida.

26 Jesus disse-lhe : Eu o sou, eu que falo contigo.

27 E nisto vieram os seus discípulos, e maravilharam-se de que estivesse falando com uma mulher; todavia nenhum lhe disse : Que perguntas ? ou: Por que falas com ela?

28 Deixou, pois, a mulher o seu cântaro, e foi à cidade, e disse àqueles homens:

29 Vinde, vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito. Porventura não é este o Cristo ?

Obs :
a)   A mulher ficou tão impressionada com o que ouviu,  que foi a Sicar, anunciar Jesus ao seu povo, mais uma prova de que não se tratava de uma prostituta, como muitos afirmam.

30 Saíram, pois, da cidade, e foram ter com ele.

Obs : Ela foi muito convincente em sua propaganda do mestre.

31 E entretanto os seus discípulos lhe rogaram, dizendo : Rabi, come.
 
32 Ele, porém, lhes disse : Uma comida tenho para comer, que vós não conheceis.

33 Então os discípulos diziam uns aos outros : Trouxe-lhe, porventura, alguém algo de comer ?

34 Jesus disse-lhes : A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra.

35 Não dizeis vós que ainda há quatro meses até que venha a ceifa ? Eis que eu vos digo : Levantai os vossos olhos, e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa.

36 E o que ceifa recebe galardão, e ajunta fruto para a vida eterna; para que, assim o que semeia como o que ceifa, ambos se regozijem.

37 Porque nisto é verdadeiro o ditado, que um é o que semeia, e outro o que ceifa.

38 Eu vos enviei a ceifar onde vós não trabalhastes; outros trabalharam, e vós entrastes no seu trabalho.

39 E muitos dos samaritanos daquela cidade creram nele, pela palavra da mulher, que testificou : Disse-me tudo quanto tenho feito.

40 Indo, pois, ter com ele os samaritanos, rogaram-lhe que ficasse com eles; e ficou ali dois dias.

41 E muitos mais creram nele, por causa da sua palavra.

42 E diziam à mulher : Já não é pelo teu dito que nós cremos; porque nós mesmos o temos ouvido, e sabemos que este é verdadeiramente o Cristo, o Salvador do mundo.

43 E dois dias depois partiu dali, e foi para a Galiléia.

FORTALEZA-CE, 07 DE SETEMBRO DE 2016.


PASTOR EDUARDO SILVA

Nenhum comentário: