sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Quando um prejuízo acaba dando lucro !

Conta-se que no sertão de Pernambuco, divisa com o Ceará, (CHAPADA DO ARARIPE), um cidadão endividado tinha um cavalo, e para sobreviver e não vê a família passando apertos, o cearense Raimundo Nonato, ofereceu o seu animal ao pernambucano Francisco José


A conversa foi mais ou menos assim :

Raimundo - Chico, me compra esse cavalo, te vendo por R$ 100,00.

Francisco - Raimundo, eu não preciso de cavalo, mas, se te ajuda, eu compro, é meu, e pagou em dinheiro vivo.

Raimundo - Só tem um problema Chico, eu só te entrego o cavalo amanhã, pode ser ?

Francisco - Pode, Raimundo, e assim ficou combinado.

No dia seguinte Chico foi buscar o seu cavalo ...

Francisco - Bom dia, Raimundo, eu vim buscar o meu cavalo.

Raimundo - Só tem um problema, Chico, o cavalo morreu.

Francisco - Morreu como ?

Raimundo - Morreu, amanheceu morto.

Francisco - Então eu quero o meu dinheiro de volta.

Raimundo - Eu gastei o dinheiro, só quando eu tiver.

Francisco - Então me dê o cavalo morto.

Raimundo - Pra que, homem

Francisco - Eu vou fazer uma rifa dele.

Raimundo - Rifa ? E quem vai comprar uma rifa de um cavalo morto ?

Francisco - Deixe comigo, tô matutando uma ideia.

E muito aborrecido, Chico foi embora.

Três meses depois os dois se encontraram casualmente.

Raimundo - E ai, Chico, deu certo a Rifa.

Francisco - Foi um sucesso, vendi 250 bilhetes a R$ 2,00, e apurei R$ 498,00.

Raimundo - Como assim ? Você vendeu um cavalo morto ?

Francisco - Não, eu vendi um cavalo, eu não disse que ele estava nem vivo nem morto.

Raimundo - E ninguém reclamou ?

Francisco - Somente a pessoa que ganhou.

Raimundo - E ai, como é que você fez com ele ?

Francisco - Eu devolvi os R$ 2,00 dele ...

________________________________

Nota : Sempre alguém está tendo uma ideia mais brilhante, e muito mais ousada que a sua. 


Pr EDUARDO SILVA



Nenhum comentário: