quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

A oração de uma mulher, mudou a sua história !


1 Samuel 01-01-20

Vers. 01 Houve um homem de Ramataim-Zofim, da montanha de Efraim, cujo nome era Elcana, filho de Jeroão, filho de Eliú, filho de Toú, filho de Zufe, efrateu.

Vers. 02 E este tinha duas mulheres : o nome de uma era Ana, e o da outra Penina. E Penina tinha filhos, porém Ana não os tinha.

Vers. 03 Subia, pois, este homem, da sua cidade, de ano em ano, a adorar e a sacrificar ao Senhor dos Exércitos em Siló; e estavam ali os sacerdotes do Senhor, Hofni e Finéias, os dois filhos de Eli.

Vers. 04 E sucedeu que no dia em que Elcana sacrificava, dava ele porções a Penina, sua mulher, e a todos os seus filhos, e a todas as suas filhas.

Vers. 05 Porém a Ana dava uma parte excelente; porque amava a Ana, embora o Senhor lhe tivesse cerrado a madre.

Vers. 06 E a sua rival excessivamente a provocava, para a irritar; porque o Senhor lhe tinha cerrado a madre.

·        Ana era mais amada por Elcana, do que Penina
·        Penina dera filhos a Elcana, e Ana era estéril
·        Nota : Naquela época, o homem que fosse casado com uma mulher estéril, poderia ter uma outra mulher que lhe gerasse filhos.
·        Penina zombava da incapacidade de ser mãe de Ana.

DIANTE DISTO, ANA RESOLVEU ORAR AO SENHOR

·        Amargurada com aquela situação, Ana orou e fez um voto :

Vers. 10 Ela, pois, com amargura de alma, orou ao Senhor, e chorou abundantemente.

Vers. 11 E fez um voto, dizendo : Senhor dos Exércitos ! Se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, mas à tua serva deres um filho homem, ao Senhor o darei todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha.

DEUS OUVIU E RESPONDEU A ORAÇÃO DE ANA !

Vers. 12 E sucedeu que, perseverando ela em orar perante o Senhor, Eli observou a sua boca.

Vers. 13 Porquanto Ana no seu coração falava; só se moviam os seus lábios, porém não se ouvia a sua voz; pelo que Eli a teve por embriagada.

Vers. 14  E disse-lhe Eli : Até quando estarás tu embriagada ? Aparta de ti o teu vinho.

Vers. 15 Porém Ana respondeu : Não, senhor meu, eu sou uma mulher atribulada de espírito; nem vinho nem bebida forte tenho bebido; porém tenho derramado a minha alma perante o SENHOR.

Vers. 16 Não tenhas, pois, a tua serva por filha de Belial; porque da multidão dos meus cuidados e do meu desgosto tenho falado até agora.

Vers. 17 Então respondeu Eli : Vai em paz; e o Deus de Israel te conceda a petição que lhe fizeste.

Vers. 18 E disse ela : Ache a tua serva graça aos teus olhos. Assim a mulher foi o seu caminho, e comeu, e o seu semblante já não era triste.

Vers. 19  E levantaram-se de madrugada, e adoraram perante o Senhor, e voltaram, e chegaram à sua casa, em Ramá, e Elcana conheceu a Ana sua mulher, e o Senhor se lembrou dela.

Vers. 20 E sucedeu que, passado algum tempo, Ana concebeu, e deu à luz um filho, ao qual chamou Samuel; porque, dizia ela, o tenho pedido ao Senhor.

A oração de uma mulher, mudou a sua história !

PASTOR EDUARDO SILVA




Nenhum comentário: