quinta-feira, 5 de abril de 2012

Vou votar no candidado do meu pastor e da Igreja !



Quem de nós nunca ouviu esta frase de algum irmão, um dia ? Em ano eleitoral ela se repete muito frequentemente. Vira chavão de igrejas, aquela coisa ensaiada que todos repetem

Pois bem, triste e equivocada frase à luz do direito individual do cidadão e principalmente à luz da Biblia.

Alguns desinformados irmãos, baseados no texto que diz : "Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil". Hb 13.17, aplicam este texto a todos os principios de sua vida, numa cega e grosseira interpretação.

Ora, o texto se refere a obedecer ao seu pastor no que tange a palavra, a vida cristã, ao seu procedimento com Deus e em relação a igreja. O resto é discutivel.

Se o seu pastor estiver fora da palavra, voce não deve obedece-lo. Simples. Se te induzir ao pecado, ao mal, ao erro, voce não pode obedece-lo. A única interpretação correta é esta. 

O mais é tese sem sustentabilidade nenhuma, sem fundamento e contextualização biblica.


ERROS DESSA TRISTE AFIRMAÇÃO !


1) Pastor não era pra ter candidato nenhum. Deus não confiou o seu rebanho a cabos eleitorais, dirigentes de partidos ou organizações politicas. 

Usar qualquer tempo do culto com essa mistura é triste, podre, lamentável. A noiva de Cristo está num patamar diferenciado. Só quem perdeu por completo a visão de Deus é que desconhece isto.

O papel da igreja é outro, e todos sabem muito bem qual o papel principal da igreja do Senhor no mundo presente. Nunca funcionou a contento essa junção igreja/politica. Historicamente não dá casamento perfeito. É querer unir a luz com as trevas, o limpo com o sujo, o santo com o profano.


2) A Igreja do Senhor nunca precisou dessa classe para defende-la. É mentira deslavada de quem afirma isto. Quem defende e sempre defendeu a sua igreja é o Todo Poderoso Deus, guerreiro que nunca perde em batalha, e que não precisa de ajuda humana nenhuma para tanto. 

Aliás, o que tem feito os ditos políticos religiosos (evangélicos) nas votações polemicas do congresso nacional ? Nada, absolutamente nada. Todos são um ZERO À ESQUERDA

Não se ve sequer um pronunciamento do nosso interesse por nenhum deles, não se sabe o que estão fazendo ali


3) O voto é livre. É crime obrigar pessoas a votar em quem não querem. Infelizmente muita gente se presta ao serviço de ser massa de manobra, objeto do interesse escuso de muitos lideres, que, para passagear suas vaidades, fazem dos seus incaltos o que bem querem

Porisso que não lhes interessam cabeças pensantes, gente que fale, se manifeste, enxergue além do nariz. Gente talentosa, que possa representar alguma ameaça, eles escanteiam, querem longe, nada de aproximação. Por que esse receio ? O que eles escondem ?

Querem bobos, gente fácil de concordar, aplaudir mesmo o que não tem graça nenhuma, e por ai vai. São apaixonados por gente de mente pequena, dominável, suceptiveis a serem mandados, explorados, gritados, humilhados. Lembre-se sempre, que Pastor nenhum deve mandar no seu voto. É seu, secreto.


Pense nisto, pense com a razão, mesmo voce que não é meu simpatizante, calma, analize sem extremismo. Se somos opostos, entenda, continuamos irmãos, a menos que a sua condição no reino de Deus não seja a de ovelha. 

O pior cego é o que não quer enxergar de jeito nenhum. 

Penso não ser este o seu caso. Um abraço na paz do Senhor.

Obs : Veja aqui o escandalo que é a classe política brasileira : 



Pastor EDUARDO SILVA

Nenhum comentário: