terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Deus recompensa bem o seu trabalho – Hb 06.10




Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra, e do trabalho do amor que para com o seu nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servis.

Cada um se fartará do fruto da sua boca, e da obra das suas mãos o homem receberá a recompensa. Pv 12.14

Existem algumas classes de pessoas bem distintas :

Ø Os que trabalham
Ø Os que não trabalham
Ø Os que desejam trabalhar
Ø Os que não gostam de trabalhar

1 Tm 05.18 Porque diz a Escritura: Não ligarás a boca ao boi que debulha. E : Digno é o obreiro do seu salário.

A parábola dos trabalhadores na vinha – Mt 20.01-16

01 - Porque o reino dos céus é semelhante a um homem, pai de família, que saiu de madrugada a assalariar trabalhadores para a sua vinha. 

02 - E, ajustando com os trabalhadores a um dinheiro por dia, mandou-os para a sua vinha. 

03 - E, saindo perto da hora terceira, viu outros que estavam ociosos na praça

04 - E disse-lhes: Ide vós também para a vinha, e dar-vos-ei o que for justo. E eles foram.

05 - Saindo outra vez, perto da hora sexta e nona, fez o mesmo. 

06 - E, saindo perto da hora undécima, encontrou outros que estavam ociosos, e perguntou-lhes : Por que estais ociosos todo o dia?
 
07 - Disseram-lhe eles : Porque ninguém nos assalariou. Diz-lhes ele : Ide vós também para a vinha, e recebereis o que for justo

08 - E, aproximando-se a noite, diz o senhor da vinha ao seu mordomo : Chama os trabalhadores, e paga-lhes o jornal, começando pelos derradeiros, até aos primeiros. 

09 - E, chegando os que tinham ido perto da hora undécima, receberam um dinheiro cada um (um denário)

10 - Vindo, porém, os primeiros, cuidaram que haviam de receber mais; mas do mesmo modo receberam um dinheiro (denário) cada um

11 - E, recebendo-o, murmuravam contra o pai de família, 

12 – Dizendo : Estes derradeiros trabalharam só uma hora, e tu os igualaste conosco, que suportamos a fadiga e a calma do dia

13 - Mas ele, respondendo, disse a um deles : Amigo, não te faço agravo; não ajustaste tu comigo um dinheiro (denário) ? 

14 - Toma o que é teu, e retira-te; eu quero dar a este derradeiro tanto como a ti. 

15 - Ou não me é lícito fazer o que quiser do que é meu ? Ou é mau o teu olho porque eu sou bom ? 

16 - Assim os derradeiros serão primeiros, e os primeiros derradeiros; porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos. 

Parábola – Narração alegórica que envolve algum preceito de moral, alguma verdade importante.

Vinha – Terreno plantado de videiras (arbusto sarmentoso, da família das vitáceas, que dá uvas), vinhal ou vinhedo.

Undécima hora – Relativo a onze (11)

Terceira hora – 9 horas da manhã

Hora sexta e hora nona – Meio dia e 3 horas da tarde

Undécima - (Relativo a onze) 5 horas da tarde

Denário – Moeda romana de prata, equivalente a um dia de trabalho

DEUS RECOMPENSA BEM O SEU TRABALHO – Hb 06.10

Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra, e do trabalho do amor que para com o seu nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servis.

Alguns pontos bem peculiares dessa parábola :

UM PAI DE FAMILIA QUE SAI CONTRATANTO TRABALHADORES !

Ø Na tipologia bíblica, esse pai de família representa Deus à procura de quem deseja trabalhar para ele em sua obra
Mt 09.37 Então, disse aos seus discípulos : A seara é realmente grande, mas poucos os ceifeiros.

TRABALHADORES À PROCURA DE SERVIÇO !

Ø Só seguia àquele patrão, quem ele escolhia, quem ele chamava
A praça era o local onde eles iam todos os dias, à procura da oportunidade de trabalhar, e, consequentemente serem remunerados.
Jo 05.17 E Jesus lhes respondeu : Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também.
Gn 03.19 No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás. (o trabalho veio como castigo pelo pecado do homem Adão e Eva).

TRABALHADORES QUE NÃO DESISTIRAM DE ESPERAR !

Ø O turno de trabalho começava na primeira hora – 6 horas da manhã. Ver. 03 - E, saindo perto da hora terceira (9 hs da manhã), viu outros que estavam ociosos na praça,
Nota : Mesmo os que não foram chamados na primeira hora, permaneceram esperando...

Ø Meio dia e 3 horas da tarde, eles ainda estavam esperando. Ver. 05 - Saindo outra vez, perto da hora sexta e nona, fez o mesmo.
Nota : O calor do dia, os olhares incrédulos de alguns, o desanimo, nada os fez sair dali.

Ø 5 horas da tarde, aquele Pai de família resolve pegar a última turma (undécima hora). Vers. 06 - E, saindo perto da hora undécima, encontrou outros que estavam ociosos, e perguntou-lhes: Por que estais ociosos todo o dia? Vers. 07 - Disseram-lhe eles : Porque ninguém nos assalariou. Diz-lhes ele : Ide vós também para a vinha, e recebereis o que for justo.

A PRAÇA, É O LUGAR DA ESPERA, DA VITÓRIA E DO MILAGRE

Vers. 08 - E, aproximando-se a noite, diz o senhor da vinha ao seu mordomo : Chama os trabalhadores, e paga-lhes o jornal (A DIÁRIA DE TRABALHO), começando pelos derradeiros, até aos primeiros. 

Vers. 09 - E, chegando os que tinham ido perto da hora undécima, receberam um dinheiro cada um (um denário)

Vers. 10 - Vindo, porém, os primeiros, cuidaram que haviam de receber mais; mas do mesmo modo receberam um dinheiro (denário) cada um

Vers. 11 - E, recebendo-o, murmuravam contra o pai de família, 

Vers. 12 – Dizendo : Estes derradeiros trabalharam só uma hora, e tu os igualaste conosco, que suportamos a fadiga e a calma do dia

Vers. 13 - Mas ele, respondendo, disse a um deles : Amigo, não te faço agravo; não ajustaste tu comigo um dinheiro (denário) ? 

Vers. 14 - Toma o que é teu, e retira-te; eu quero dar a este derradeiro tanto como a ti. 

Vers. 15 - Ou não me é lícito fazer o que quiser do que é meu ? Ou é mau o teu olho porque eu sou bom ? 

Vers. 16 - Assim os derradeiros serão primeiros, e os primeiros derradeiros; porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.

OS DERRADEIROS RECEBENDO PAGAMENTO 
INTEGRAL – POR QUE ?

Ø O PAI VE ONDE OS OLHOS DO HOMEM NÃO VÊEM Para alguns, os trabalhadores da uncédima hora trabalharam pouco, mas, o pai considerou o dia inteiro que eles ficaram ali na praça, sofrendo, esperando... Provavelmente pensando :
a)     O Pai vai passar por aqui, a gente não pode sair daqui
b)    Eu tenho a esperança de trabalhar nem que seja 1 hora, talvez movidos pela extrema necessidade
c)     Se ele não passar aqui mais hoje, amanhã eu volto, amanhã eu estou aqui
Jr 17.10 Eu, o SENHOR, esquadrinho o coração e provo os rins; e isto para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações.

Vers. 16 - Assim os derradeiros serão primeiros, e os primeiros derradeiros; porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.
Ø Os trabalhadores chamados foram os primeiros da 3ª, 6ª e 9ª hora.
Ø Os trabalhadores escolhidos foram os últimos da undécima hora.

A PRAÇA, É O LUGAR DA ESPERA, DA VITÓRIA E DO MILAGRE


PRA PRAÇA TEM :
Ø SOL
Ø FADIGA
Ø INCERTEZA
Ø INSEGURANÇA
Ø FALTA DE AMIGOS
Ø SOLIDÃO
Ø FOME
Ø SEDE

MAS NÃO SAIA DA PRAÇA; É AI QUE O
DONO DA VINHA VAI PASSAR

PARA UNS, NA PRIMEIRA HORA DO DIA
PARA OUTROS, NA TERCEIRA HORA DO DIA
PARA UNS, NA SEXTA HORA DO DIA
PARA OUTROS, NA NONA HORA DO DIA
E PARA UNS, NA UNDÉCIMA HORA DO DIA

A PRAÇA, É O LUGAR DA ESPERA, DA VITÓRIA E DO MILAGRE

DEUS RECOMPENSA BEM O SEU TRABALHO – Hb 06.10
Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra, e do trabalho do amor que para com o seu nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servis.

PASTOR  :  EDUARDO SILVA
16-12.2012/Petrolina-PE

Obs : Mensagem pregada por mim na AD Ebenézer 
em Petrolina-PE, domingo 16 de dezembro de 2012.

Nenhum comentário: