domingo, 26 de abril de 2015

A Túnica, os Sonhos, o Deserto e o Novo de Deus !

A TÚNICA, OS SONHOS, 
O DESERTO E O NOVO DE DEUS !
2 Co 05.17 - Fp 03.13


Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é : as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam e avançando para as que estão diante de mim

Gn 37.03-04 E Israel (novo nome de Jacó), amava a José mais do que a todos os seus filhos, porque era filho da sua velhice; e fez-lhe uma túnica de várias cores.

Vers. 04 Vendo, pois, seus irmãos que seu pai o amava mais do que a todos os seus irmãos, aborreceram-no e não podiam falar com ele pacificamente

JOSÉ DO EGITOJosé é de uma família de doze irmãos : Rúben, Simeão, Levi, Judá, Issacar e Zebulom (filhos de Jacó com Léia).

José e Beijamim (filhos de Jacó com Raquel).

 Dã e Naftali (filhos de Jacó com Bila, serva de Raquel).

Gade e Aser (filhos de Jacó com Zilpa, serva de Léia). Todos eram hebreus, nascidos em Padã-Arã.

JACÓ TEVE FILHOS
COM 4 MULHERES

Léia  -   06 filhos
Raquel   -   02 filhos
Bila, serva de Raquel    -   02 filhos
Zilpa, serva de Léia  -  02 filhos

HEBREU – Designação que se aplica a Abraão e aos seus descendentes Ex 03.18. É o mesmo que Israelita Jo 01.08-09

A Túnica ricamente ornamentada que José recebeu de seu pai, contrastava fortemente com as túnicas comuns usadas por seus irmãos. Ela revelava uma posição especial de favoritismo e honra diante de seu pai.

A TÚNICA, OS SONHOS, O DESERTO 
E O NOVO DE DEUS !

A TÚNICA DE JOSÉ, DESPERTOU :

·      Inveja
·      Ciúme, e
·      Ódio nos seus irmãos

Obs : 1) Os mesmos sentimentos que motivaram o primeiro homicídio em família, registrado na Bíblia – Caim matou Abel Gn 04.08-16

2) A Túnica tinha pelo menos 5 cores : Verde, Amarelo, Azul, Branco e Vermelho.

OS DOIS SONHOS DE JOSÉ
Gn 37.06-11 (Comentar)

·      José sonhou e contou aos seus irmãos, que estavam atando molhos no campo, e a parte dele se levantava e ficava em pé, e os molhos dos seus irmãos o rodeavam e se inclinavam ao seu.

·       Seus irmãos não gostaram do que ouviram, e disseram-lhe : Então você está sugerindo que reinará sobre nós, você nos dominará ? E se aborreceram muito com ele.

·      Sonhou um outro sonho, e disse : “Sonhei que o sol e a lua,  e onze estrelas se inclinavam a mim”.

·      Contou ao seu pai e aos seus irmãos. Israel (Jacó) o repreendeu dizendo : Que sonho é este que você sonhou? Porventura eu, sua mãe e seus irmãos nos inclinaremos a você em terra ?

·      Seus irmãos o invejaram, porém, seu pai guardou este negócio em seu coração.

ISRAEL MANDA JOSÉ OBSERVAR
OS SEUS IRMÃOS Gn 37.12-17)

·      Ao que tudo indica, o velho Israel aumentava a confiança em José, e a desconfiança nos outros filhos. Daí, o constituiu como observador de todos eles.

A INVEJA SE TRANSFORMOU 
EM  CIÚME, ÓDIO E VINGANÇA

Ø Ciúme quando se sentiram desconfortáveis com a liderança de José sobre eles

Ø Ódio quando planejaram o mal contra ele

Ø Vingança quando concretizaram o mal que planejaram – um mal premeditado.

SONHO – É o conjunto de idéias e de  imagens que se apresentam a mente humana, durante o sono.

PESADELO – É uma opressão angustiosa da respiração durante o sono, sonhos ruins e atemorizadores..

NO SENTIDO ESPIRITUAL – Sonhos, tem significados diferentes :

Ø Podem ser sonhos normais, comuns, sem maior importância

Ø Podem ser verdadeiras visões ou revelações de Deus com finalidade específica

a)    Visão é o que Deus nos mostra e em alguns casos, podem e devem ser compartilhadas

b)    Revelação é algo de foro íntimo, pessoal, reservado, secreto e nunca deve ser compartilhado de forma pública.

OS SONHOS DE JOSÉ ERAM VERDADEIRAS 
VISÕES QUE DEUS LHES DAVA

Cumprindo determinação do seu pai
José saiu à procura dos seus irmãos

Gn 37.18-20 E viram-no de longe e, antes que chegasse a eles, conspiraram contra ele, para o matarem.

Ref. Pv 06.16-19 Estas seis coisas o Senhor odeia, e a sétima a sua alma abomina:

Vers. 17 Olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente,

Vers. 18 O coração que maquina pensamentos perversos, pés que se apressam a correr para o mal,

Vers. 19 A testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre irmão

Gn 37.19 E disseram uns aos outros : Eis lá vem o sonhador-mor !

Gn 37.20 Vinde, pois, agora, e matemo-lo, e lancemo-lo numa destas covas, e diremos : Uma besta fera o comeu; e veremos que será dos seus sonhos.

A TÚNICA, OS SONHOS
O DESERTO E O NOVO DE DEUS !

·      Quando pegaram a José com a intenção de o matar, a primeira coisa que buscaram foi a túnica de várias cores que ele trazia Vers. 23

·      Jogaram-no na cova,  pensando que estivesse cheia de água Vers. 24

·      Frios e calculistas, sentaram para comer e festejar a maldade que fizeram, quando avistaram os Ismaelitas a caminho do Egito Vers. 25

·      Judá sugeriu que o vendessem, ao invés de o matarem Vers. 26

·      José foi tirado da cova pelos mercadores midianitas que passavam, que o venderam aos Ismaelitas por vinte moedas de prata,  e esses o levaram ao Egito Vers. 28

Obs : 1) José não foi vendido pelos seus irmãos, e sim, pelos midianitas.

2) Vinte moedas de prata era um preço justo por um escravo do sexo masculino, com idade abaixo de 20 anos. Lv 27.05

·      Nem assim esqueceram a Túnica. A tingiram de sangue e mandaram para o velho Israel Vers. 31

·      Levaram-na ao velho Jacó, como a dizer : Seu queridinho é morto Vers. 32-35

·      Os midianitas o revenderam no Egito a Potifar Vers. 36

Gn 38.36 E os midianitas vederam-no no Egito a Potifar, eunuco de Faraó, capitão da guarda.

Obs. Eunuco – Era um homem castrado que servia de guarda das mulheres do seu dono (Et 02.03). Eram também chamados de Eunucos alguns altos funcionários de confiança dos reis, quer esses funcionários fossem castrados ou não (At 08.27). Esse era o caso do Militar Potifar.

JOSÉ SUPEROU DESAFIOS 
PARA CONQUISTAR O NOVO DE DEUS :

Ø Vivia a síndrome do abandono, do desprezo, e do desamor dos irmãos

Sl 27.10 (Salmista Davi). Porque, quando o meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me recolherá (Trad. Original, diz ME TOMARÁ EM SEUS BRAÇOS).

Ø Vivia a síndrome do medo, do pânico, da insegurança. Era um jovem forasteiro em terra estranha.

Ø Vivia a síndrome dos questionamentos pessoais, do tipo :

a)   O que foi feito dos meus sonhos ?
b)  E agora, o que será de mim ?
c)   O que é que eu estou fazendo aqui ?
d)  De que me adiantou ser tão querido do meu pai ?
e)   Se Deus me ama, por que isto está acontecendo comigo ?

Rm 08.28 E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.

A TÚNICA, OS SONHOS, O DESERTO 
E O NOVO DE DEUS !

EM SUA CHEGADA
ANÔNIMA AO EGITO, JOSÉ

Ø Era mais um escravo que se juntava aos demais

Ø Não teve tratamento diferenciado, não foi recepcionado com festa

Ø Não recebeu flores, nem elogios, nem pessoas dizendo : “Seja bem vindo a terra dos Faraós

MAS, JOSÉ TINHA ALGO DE DEUS 
QUE O FAZIA DIFERENTE

Onde ele colocava a mão, Deus fazia prosperar”. Ele tinha a benção de Deus

Ø Seu pai o fez líder dos seus irmãos

Ø Na casa de Potifar, se tornou líder de todos os seus empregados

Gn 39.02-05 E o Senhor estava com José, e foi varão próspero; e estava na casa de seu senhor egípcio.

Vers. 03 Vendo, pois, o seu senhor que o Senhor estava com ele e que tudo o que ele fazia o Senhor prosperava em sua mão,

Vers. 04 José achou graça a seus olhos e servia-o; e ele o pôs sobre a sua casa e entregou na sua mão tudo o que tinha.

Vers. 05 E aconteceu que, desde que o pusera sobre sua casa e sobre tudo o que tinha, o Senhor abençoou a casa do egípcio por amor de José; e a benção do Senhor foi sobre tudo o que tinha, na casa e no campo.

O DIABO QUERENDO MUDAR O QUE 
DEUS HAVIA ESTABELECIDO
Gn 39.12 E ela lhe pegou pela sua veste, dizendo : Deita-te comigo. E ele deixou a sua veste na mão dela, e fugiu, e saiu para fora
Obs. José, por lealdade a Deus e a Potifar, resistiu a tentação fugindo dela.


JOSÉ FOI PRESO, MAS
SE MANTEVE FIEL A DEUS
Gn 39.20 E o senhor de José o tomou  e o entregou na casa do cárcere, no lugar onde os presos do rei estavam presos; assim, esteve ali na casa do cárcere
Gn 39.21 O Senhor, porem, estava com José, e estendeu sobre ele a sua benignidade, e deu-lhe graça aos olhos do carcereiro mor.

Gn 39.22 E o carcereiro mor entregou na mão de José todos os presos que estavam na casa do cárcere; e ele fazia tudo o que se fazia ali.

Gn 39.23 E o carcereiro mor não teve cuidado de nenhuma coisa que estava na mão dele, porquanto o Senhor estava com ele; e tudo o que ele fazia o Senhor prosperava.

Ø Na prisão, se tornou líder de todos os presidiários

Obs : Seu pai o fez líder, na casa de Potifar se tornou líder, e agora, era líder na prisão.

EM MEIO  AO DESERTO, DEUS
PROSPERAVA JOSÉ

Ø A Túnica agora não era mais lembrada

Ø Os sonhos agora não faziam muito sentido

A TÚNICA, OS SONHOS, O DESERTO 
E O NOVO DE DEUS !

MESMO NA PRISÃO, JOSÉ MANTEVE 
INTIMA COMUNHÃO COM DEUS

JOSÉ INTERPRETA DOIS SONHOS

Gn 40.01-23 (Comentar resumidamente)

·      O copeiro e o padeiro do rei do Egito pecaram contra o seu senhor, e foram parar na prisão, sob a reponsabilidade de José Vers. 01-04

·      Os dois sonharam sonhos individuais na mesma noite. Muito se angustiaram, mas, José os interpretou Vers. 05-23

Resumo – Pela manhã os dois estavam tristes com o que sonharam, e contaram a José.
O copeiro mor, contou : “Sonhei com uma vida (videira) diante de mim, na vide três sarmentos (galhos). Estava como que brotando, a sua flor saia, com cachos de uvas amadurecidas, e o copo de Faraó na minha mão.

Interpretação de José – Os três sarmentos ou galhos são três dias. Em três dias Faraó levantará a tua cabeça, e te restaurará ao teu estado, e voltarás a ser copeiro do Rei”. José disse ainda ao copeiro : Quando você estiver na lá no palácio, lembre-se de mim, isto é, peça por mim... Em três dias assim aconteceu.

O padeiro mor, assistindo a tudo, contou também o seu sonho : “Eu sonhei que três cestos brancos estavam sobre a minha cabeça, e no cesto mais alto havia de todos os manjares de Faraó, obra do padeiro; e as aves os comiam de sobre a minha cabeça.

Interpretação de José – Os três cestos são três dias. Em três dias Faraó levantará a tua cabeça sobre ti e te pendurará num madeiro, e as aves comerão a tua carne de sobre ti. Em três dias assim aconteceu, no dia do aniversário de Faraó.

Em três dias o copeiro mor voltou a servir no palácio e o padeiro mor foi enforcado.

José pediu ao copeiro-mor que, quando estivesse em liberdade, se lembrasse dele no palácio mas, ele se esqueceu de José Gn 40.14 e 23

JOSÉ INTERPRETA OS SONHOS DE 
FARAÓ E SAI DA PRISÃO Gn 41.01-37

·      Faraó sonha dois sonhos, perturba-se e ninguém os interpreta, nem os adivinhos e sábios do Egito Vers. 01-08

·      Ai, entra em cena a figura do esquecido copeiro-mor… O copeiro-mor lembrou-se de José… Vers. 09

·      E o copeiro-mor contou a Faraó a interpretação que José havia dado ao seu sonho e ao sonho do falecido padeiro-mor Vers. 10-13

·      Faraó manda chamar José, que de pronto interpreta os seus dois sonhos Vers. 14-37

JOSÉ INTERPRETA DOIS
SONHOS DE FARAÓ

Gn 40.01-23 (Comentar resumidamente)

Primeiro Sonho de Faraó – Faraó sonhou que estava em pé junto ao rio, e subiam do rio 7 vacas formosas, gordas e pastavam no prado. Em seguida subiam outras 7 vacas feias e magras, que paravam junto das outras. E as vacas magras comiam as vacas gordas. E Faraó acordou.

Segundo Sonho de Faraó - Faraó dormiu e sonhou novamente, que brotavam de um mesmo pé, 7 espigas cheias e boas, e eis que 7 espigas miúdas e queimadas do vento oriental, brotavam junto a elas.  E as 7 espigas miúdas devoravam as 7 espigas grandes e cheias. E eis que acordou Faraó do seu sonho.

Faraó se perturbou e ninguém o interpretou, nenhum sábio, astrólogo, mago ou adivinho. Foi ai que o copeiro mor se lembrou de José, que foi levado à presença de Faraó.

José Interpreta os sonhos de Faraó – José disse a Faraó que Deus o mostrara o que iria fazer com o Egito. Eis que vêm sete anos, e haverá grande fartura em toda a terra do Egito. Depois deles levantar-se-ão sete anos de fome, e toda aquela fartura será esquecida na terra do Egito, e a fome consumirá a terra.

Gn 41.33-44 Portanto, Faraó previna-se agora de um homem entendido e sábio, e o ponha sobre a terra do Egito.

Vers. 34 Faça isso Faraó e ponha governadores sobre a terra, e tome a quinta parte da terra do Egito nos sete anos de fartura,

Vers. 35 E ajuntem toda a comida destes bons anos, que vêm, e amontoem o trigo debaixo da mão de Faraó, para mantimento nas cidades, e o guardem.

Vers. 36 Assim será o mantimento para provimento da terra, para os sete anos de fome, que haverá na terra do Egito; para que a terra não pereça de fome.

Vers. 37 E esta palavra foi boa aos olhos de Faraó, e aos olhos de todos os seus servos.

Vers. 38 E disse Faraó a seus servos: Acharíamos um homem como este em quem haja o espírito de Deus?

Vers. 39 Depois disse Faraó a José : Pois que Deus te fez saber tudo isto, ninguém há tão entendido e sábio como tu.

Vers. 40 Tu estarás sobre a minha casa, e por tua boca se governará todo o meu povo, somente no trono eu serei maior que tu.

Vers. 41 Disse mais Faraó a José: Vês aqui te tenho posto sobre toda a terra do Egito.

Vers. 42 E tirou Faraó o anel da sua mão, e o pôs na mão de José, e o fez vestir de roupas de linho fino, e pôs um colar de ouro no seu pescoço.

Vers. 43 E o fez subir no segundo carro que tinha, e clamavam diante dele: Ajoelhai. Assim o pôs sobre toda a terra do Egito.

Vers. 44 E disse Faraó a José: Eu sou Faraó; porém sem ti ninguém levantará a sua mão ou o seu pé em toda a terra do Egito.

A TÚNICA, OS SONHOS, O DESERTO 
E O NOVO DE DEUS !

JOSÉ TORNA-SE GOVERNADOR DO EGITO, 
E É  EXALTADO POR DEUS DIANTE DE TODOS
Gn 41.38-46

O sonho de Faraó

(Comentário resumido) Era José da idade de apenas 17 anos, quando foi vendido pelos Ismaelitas aos Midianitas, que o repassaram a Potifar no Egito.

Aos 30 anos de idade, José foi levado  à presença de Faraó Gn 41.46. Assim, 13 anos José viveu como escravo no Egito, e pelo menos 3 desses anos foram passados no cárcere.

Desse lugar, Deus o exaltou a uma posição de honra e autoridade. Aos 30 anos, porém, José continuou sendo fiel ao seu Deus. Tal dedicação é manifesta nos nomes hebraicos dos seus dois filhos :

Ø Manassés - Quer dizer (Deus me fez esquecer)

Ø Efraim - Quer dizer (duplamente frutífero/próspero) Gn 41.51-52

O VELHO NA VIDA DO HOMEM,
TRÁS A LEMBRANÇA :

Ø Costumes velhos
Ø Práticas velhas
Ø Pecados velhos
Ø Vícios velhos
Ø Escravidão velha
Ø Opressão velha
Ø Maldição velha
Ø Possessão maligna velha
Ø Depressão velha
Ø Velhas doenças incuráveis (da alma e do corpo)

O NOVO DE DEUS VAI LEVAR VOCÊ DO FUNDO DO POCO, A UM LUGAR DE HONRA

Ø Nova reconciliação
Ø Nova liberação de perdão
Ø Nova liberdade em Cristo
Ø Nova cura interior e física
Ø Nova história
Ø Novas conquistas
Ø Novo foco
Ø Novo modo de vida
Ø Nova atitude
Ø Novo caminho
Ø Nova esperança

Pr Eduardo Silva






Nenhum comentário: