domingo, 17 de junho de 2012

Doe um Fone de Ouvidos a um mal educado bregueiro !


Amigos, cansado de perder a paciencia com a intolerancia e mal educação de muitos dos nossos brasileiros, que desconhecem limites, direitos, deveres e obrigações do cidadão como pessoa, venho fazer um apelo público.


Seria interessante que os poderes públicos agissem com os rigores da lei contra esse abuso que são os agressores do nosso bom gosto musical e dos nossos tímpanos de um modo geral.


Tenho um gosto musical definido, e respeito por quem não gosta do que eu gosto. Entretanto, a recíproca não tem sido verdadeira. Essa gente mal educada e de muito mal gosto musical - adoram todo tipo de música ruim, idiota e sem conteúdo nenhum, enfia nos nossos ouvidos abaixo, no volume que querem, seu "desgosto musical", e sou obrigado a ficar ouvindo, roendo e curtindo a cornura deles...


Engraçado é que a policia funciona e muito bem, contra os cultos evangélicos. Qualquer volume a mais, lá estão eles pedindo para baixar. E, claro, quando se trata de abuso sonoro, acima dos decibéis permitidos, tem que baixar mesmo, nada contra.


Agora, e quem usa um carro que é movel e vai aonde quer, do seu jeito, quem coibe isto ? Enderecei esta pergunta a uma promotora pública aqui de Petrolina-Pe, que nunca me respondeu absolutamente nada. Alguém precisa fazer alguma coisa.


Já por algumas vezes tive que chamar a policia para baixar o som desses irresponsáveis. Acho que esse precisa ser o comportamente e atitude de quem se sentir prejudicado. Eu tenho o direito de não ser importunado pela falta de respeito desses fora da lei.


Assim, conclamo voce a se unir a nós nessa corrente. Reclame, chame a policia, reaja. O direito deles termina onde começa o nosso

Em nenhum país sério do mundo isto acontece. Vive nos Estados Unidos por 6 anos, e sei como as coisas são num lugar onde o contribuinte é visto com respeito

Vamos fazer barulho na vida deles, soeira mesmo. Talvez assim eles acordem para uma realidade e respeito que eles disfarçadamente fingem desconhecer.


Pastor EDUARDO SILVA

Nenhum comentário: