domingo, 8 de agosto de 2010

Deus levou Filipe ontem. Orem por nós !


(Voce se foi aos braços de Deus, filho, mas o seu exemplo de vida ficou para todos nós. Voce em tudo nos deixou lições para a eternidade). Nos veremos nos céus, breve !


(Foi tudo tão rápido, tão de repente. Resta-nos muitas saudades desse anjo que Deus nos permitiu cuidar por um pouco de tempo).


Deus recolheu o nosso filho Ebenézer Filipe, ontem, às 18:40. Uma dor sem palavras, sem comparações. 19 anos, 7 meses e 18 dias. Faria 20 anos em 19 de dezembro de 2010.


Estava internado na UTI desde sexta-feira passada. Teve duas paradas cardíacas, mas foi animado pelos médicos e voltou. Ontem na visita da tarde, estava aparentemente melhor. Havia a possibilidade de sair da UTI hoje, segundo os médicos. Nos recebeu, sorriu, estava como sempre feliz, e pediu que a sua mãe que cantasse "O homem de Branco" e depois, Chora nos pés de Jesus : ... nesta vida o crente é provado... Ela cantou, saiu e eu entrei e também cantei pra ele. Seus olhos brilhavam.

Achávamos que estava melhor, mas as complicações cardíacas, pulmonares e de outras ordens, decorrentes do elevado estado da Distrophia, o surpreenderam com dois fulminantes ataques após as 18:00 hrs. Eu estava digitando uma mensagem para alguns irmãos e amigos, quando o hospital nos chamou. Ali eu tive a certeza que era algo sério e assim foi. Partiu para os braços de Deus conforme o Senhor me mostrou quarta feira passada, ele sendo recebido no céu com festa.

Ele mesmo nos havia dito que queria morar no céu. Sabemos que está melhor que nós, mas a nossa dor é difícil. Ajudem-nos em orações. É tudo o que mais precisamos nesse duro momento de dor. A paz do Senhor.

Pastor Eduardo Silva


Um comentário:

JESUS É REI DOS REIS disse...

A PAZ DO SENHOR JESUS MEUS AMADOS,O MOMENTO É DELICADO E TRISTE O QUE FALAR? QUE O ESPÍRITO SANTO CONSOLADOR POSSA CONFORTAR VOSSOS CORAÇÕES,COM A CERTEZA QUE EM BREVE VAMOS NOS ENCONTRAR NO CEU.DEUS EM CRISTO ESTEJA SUSTENTANTO CONSOLANDO TODA A FAMÍLIA.CONTE COM AS MINHAS ORAÇÕES.
Maria Therezinha Barreto Lima.